0
Área do Usuário

NOTÍCIA

PRÊMIO MÉRITO CIENTÍFICO SMCC 2018 INCLUI ESTUDO QUE SERÁ INTEGRADO NO SISTEMA DE SAÚDE PÚBLICA

18/06/2018
COMPARTILHE:
A Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas (SMCC) premiou neste final de semana, em seu novo Centro de Eventos, especialistas que estão a frente de importantes estudos recentes na área da saúde.
 
Os trabalhos vencedores do prêmio Mérito Científico servirão como recomendação para hospitais brasileiros ou, em um dos casos, será adotado pelo Ministério da Saúde.
 
Este ano os prêmios da Sociedade tiveram recordes de inscritos com 48 trabalhos de médicos pesquisadores de 20 Especialidades diferentes.
 
 
Estudo sobre Síndrome de Down
 
O trabalho apresentado pela equipe do endocrinologista pediátrico, Dr. Gil Guerra Júnior será adotado pelo Ministério da Saúde a partir do ano que vem. O médico coordena a pesquisa na Faculdade de Ciências Médicas (FMC) da Unicamp. Até então, o serviço público usava o modelo norte-americano como parâmetro de padrões de crecimento para pacientes com Síndrome de Down entre 2 e 18 anos. O trabalho do Dr Gil Guerra e equipe cria pela primeira vez curvas de crescimento específicas da população brasileira com Down de zero aos 20 anos.
 
“Esse trabalho foi muito importante por que conseguimos desenvolver uma curva de crescimento da Síndrome de Down brasileira que não existia. Nossa equipe foi até as unidades da Federação das APAES de todo o Estado para conseguir os dados”
 
 
Zika Vírus
 
Ainda entre os três vencedores do Prêmio Mérito Científico da SMCC, está o estudo do Infectologista Dr Fábio Trindade Maranhão Costa que vai ajudar no atendimento aos infectados pelo vírus Zika no Brasil. Foram feitas análises sobre as complicações neurológicas e anormalidades congênitas do Sistema Nervoso Central destes pacientes.
 
O Infectologista, valorizou a iniciativa da Sociedade em reconhecer o trabalho da equipe médica. “Um evento que teve recorde de concorrentes mostra a qualidade. Quanto maior a qualidade, maior o prestígio de quem recebe o prêmio. Isso é maravilhoso! Estou muito contente e quero, logicamente, agradecer a toda a equipe da Unicamp, da São Leopoldo e da PUC neste trabalho realizado”.
 
 
Recém nascidos
 
Já o trabalho coordenado pelo pediatra e pneumologista, Dr. José Dirceu Ribeiro tratou do uso da ventilação mecânica para lactentes. Neste procedimento necessário para recém nascidos graves, foi observada a associação entre oxigenação e índices de ventilação com o tempo que estes bebês passam no aparelho.
 
“A Sociedade tem feito um trabalho maravilhoso que é premiar pesquisa; que no nosso país está tão sofrida, tão difícil! Então, ter o reconhecimento dos colegas é um privilégio, um motivo de orgulho, de satisfação e de fazer melhor; de fazer cada vez mais para a pesquisa do Brasil. Em um ano que a Unicamp foi eleita a melhor Universidade da Amércia Latina. Isso é um estímulo para gente produzir mais”
 
Empolgado com o prêmio o médico garantiu participação para o ano que vem”. “Ano que vem vamos trazer mais. Este ano foi um recorde e o ano que vem será maior ainda. Isso que é bonito! Concorrer, trazer trabalhos, propiciando aos alunos e colegas a trazer mais trabalhos cientifícos para a sociedade ver o que estamos produzindo”.
 
Confira os trabalhos vencedores do Prêmio Mérito Científico
 
 
 
IMPRIMIR
FAVORITO